Fórum de Governadores Brasil Central acontece em Porto Velho

17

Além do debate sobre logística, infraestrutura, comércio e turismo, temas que afetam diretamente os estados da região central do País, Rondônia abrirá as discussões sobre as alternativas de captação de recursos para investimentos durante a 5ª reunião do Fórum de Governadores do Brasil Central, marcada para quinta e sexta-feira (5 e 6), em Porto Velho.

O governador Confúcio Moura, anfitrião desta etapa do Fórum, receberá os governadores dos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Maranhão e do Distrito Federal, para defender o fortalecimento do Consórcio de Governadores do Brasil central, criado por eles para melhorar e reforçar a forma de relacionar com o Governo Federal, com a marca da importância e peso político de seus membros e respectivas bancadas no Congresso Nacional, de modo a facilitar a tramitação de seus projetos e demais medidas de caráter geral, como os próprios repasses legais, que muitas vezes esbarram na burocracia, atrasam e atrapalham em muito o trabalho de todas as gestões dos membros do bloco.

Na defesa do consórcio e de seu ponto de vista com a experiência de ter sido legislador e gestor público, o governador de Rondônia afirma que o consórcio trouxe uma novidade para o Brasil ao promover a união dos estados em uma figura jurídica autônoma para tomar decisões com recursos mantidos pelo próprio grupo. “Trazemos um exemplo de federalismo cooperativo, que não existia no Brasil”, define Confúcio Moura com a simplicidade de ser o gestor de um estado que, mesmo diante do cenário de crise que o País atravessa, coleciona prêmios em indicadores que avaliam eficiência e gestão, e o reconhecimento geral.

Muito aguardada, a reunião de Porto Velho espera ampliar a busca de soluções para as demandas já debatidas em várias áreas, no âmbito dos próprios estados membros, a exemplo do projeto de melhoria da previdência privada do Estado de Goiás, cuja tecnologia já está à disposição dos demais. Além disso, a agenda de sexta-feira (6) destaca a apresentação Edgardo Mosqueira e Francisco Caldas, respectivamente especialistas em Gestão Pública e Modernização do Estado, que vão falar das experiências de sucesso do modelo de consórcio na gestão pública, espalhadas mundo afora, que modificaram a realidade econômica e de gestão de desses entes.

Na mesma assentada e dia os governadores terão a oportunidade de ouvir o embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, que fará uma explanação sobre captação de recursos, considerado um dos temas mais relevantes da 5ª reunião do consórcio, pela necessidade imposta aos sete estados membros, que dependem de recursos para investimentos em obras e serviços de infraestrutura, segurança pública, meio ambiente, saneamento básico e turismo entre outros.

Entre outros convidados que terão assento e voz no 5º Fórum dos Governadores do Brasil Central, o senador Acir Gurgacz e o deputado federal Lúcio Mosquini, que no âmbito da agenda legislativa, falarão de suas experiências no Congresso Nacional na defesa de projetos (leis) de interesse do Estado e do Consórcio que tramitam nas duas casas – Senado e Câmara Federal.

COMPARTILHAR